Vinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo Slider

Ceará negocia fábrica de equipamentos de energias renováveis

 O POVO, FORTALEZA, 20/09/2017.

O Governo do Estado busca atrair mais investidores chineses para o Ceará. Ontem o governador Camilo Santana esteve reunido com os diretores do Chint Group, em Hangzhou, empresa do setor de energia responsável pela fabricação de geradores. Foi discutida a implantação de uma unidade da companhia na Zona de Processamento de Exportação (ZPE), no Pecém.

Para conhecer a vocação do Estado e a ZPE, ficou acertada uma missão do grupo asiático ao Ceará este ano. A data do encontro ainda será definida. “Apresentamos as potencialidades do Ceará, incluindo a ZPE. Saio otimista com a possibilidade de instalarem uma unidade no Ceará. Eles querem visitar nosso Estado e mandarão, em breve, técnicos e engenheiros para conhecerem a ZPE”, disse o governador Camilo Santana, em visita técnica à fábrica da empresa, em Hangzhou, acompanhado da vice-presidente do grupo, Lily Zhang.

“O Chint Group é uma das maiores empresas do segmento do mundo, não só na fabricação de equipamentos de energia, mas também de painéis solares com alta tecnologia. O Ceará tem grande potencial para a produção de energias renováveis, o que aumenta nosso otimismo para atração de investimento nessa área”, disse Camilo.

O Chint Group atua na fabricação de produtos elétricos de baixa tensão para equipamentos de transmissão e distribuição de energia, instrumentos e medidores, aparelhos de construção, peças de automóveis e automação industrial.

A empresa chinesa é responsável por ativos estimados em US$ 7,1 bilhões, emprega 30 mil trabalhadores e detém 97 subsidiárias. A receita em vendas anual é de US$ 7,3 bilhões. Seus produtos são comercializados em mais de 100 países, distribuídos pela Europa, Ásia, Oriente Médio e África.

Na última segunda-feira (18), o governador assinou com a multinacional chinesa Medical Health Company (Meheco) um Memorando de Entendimento (MOU) para o desenvolvimento de soluções para a implementação, construção, financiamento e operação de projetos na área da saúde. Entre as ações está a instalação de unidade para fabricação de máquinas. A companhia pretende instalar uma unidade para montagem de tomógrafos, raios x e ultrassons na ZPE.

A empresa estuda a possibilidade de instalar uma segunda unidade para produção de insumos como seringas, luvas e gases no Polo Industrial e Tecnológico da Saúde (Pits), no Eusébio.